A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

As festas de casamento possuem alguns protocolos ou coisinhas meio que obrigatórias não é mesmo?
Se você ainda não entendeu do que estou falando, sem problemas, eu te ajudo. São aquelas coisas que a gente meio que sabe que vai ter na cerimônia e festa de casamento, por exemplo, a noiva estará de branco, vai usar e depois poderá jogar o buquê, os noivos trocam alianças e pode ser que a noiva use véu… Já parou para pensar de onde vem essas tradições e costumes?  Pois esse será o assunto do post!

A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

Vestido de noiva branco
Antes da Rainha Vitória da Inglaterra se casar, não tinha essa de vestido branco… As noivas usavam vestidos da cor que queriam, desde que mostrasse a riqueza que aquela união proporcionaria.

Na verdade o vermelho e o preto eram muito comuns… Mas a Rainha Vitória, no século XIX, quando se casou com o seu primo, o príncipe Albert mudou tudo. Ela casou-se de branco, lançando moda. Uma curiosidade: Ela foi a primeira nobre a casar-se por amor e até mesmo pediu o seu noivo em casamento. Provavelmente é por isso que o branco foi adotado para simbolizar a beleza e pureza dessa união.

A origem das tradições e costumes nas festas de casamentoOlha a Rainha aí gente!

O véu da noiva
Ishtar, a Deusa do Amor provavelmente foi a primeira a usar o véu, que fazia uma ligação a fertilidade e sedução, não demorando a ser um costume usado por mulheres mortais dos povos da Babilônia e Mesopotâmia,chegando depois aos gregos. Esses já acreditavam que a noiva, ao cobrir o rosto, ficava protegida do sol e vento e também do mau-olhado das mulheres e da cobiça dos homens. Também acreditavam que ela estaria protegida dos maus espíritos. Tinha ainda um significado especial para a mulher: separava a vida de solteira da vida de casada e futura mãe.

A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

Buquê
O buquê teria surgido na Grécia como uma espécie de amuleto contra o mau-olhado e até mesmo era utilizado o alho. No período da Idade Média as noivas faziam o trajeto a pé para a igreja, no qual recebiam flores, ervas e temperos para lhe trazerem sorte e felicidade, formando assim, no final do trajeto, um buquê. Foi na Europa que os arranjos tornaram-se mais sofisticados, com flores exóticas.  Assim também surgiu a tradição de jogar o buquê direção das mulheres solteiras. Aquela que conseguir pegá-lo, terá a sorte de ser a próxima a casar. Masss se não se casar em 6 meses, não se casa mais!

A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

Alianças
Ela nasceu entre os gregos e os romanos, tendo provavelmente por origem um costume hindu de usar um anel para simbolizar o casamento. Os romanos acreditavam que no quarto dedo da mão esquerda passava uma veia (vena amoris) que estava diretamente ligada ao coração, por isso que até hoje usamos a aliança nesse dedo. Também significava um certificado de propriedade da noiva, ou de compra da noiva, indicando que ela não estava mais disponível para mais ninguém. A partir do século IX, a igreja cristã adaptou a aliança como um símbolo de união e fidelidade entre casais cristãos.

Arroz nos noivos!
Lá na Ásia o arroz é sinônimo de prosperidade. A tradição de atirar grãos de arroz sobre os noivos, após a cerimônia teve origem na China, onde um Mandarim quis ostentar mostrar a sua riqueza, fazendo com que o casamento da sua filha se realizasse sob uma “chuva” de arroz. Hoje o significado permanece. Atiram arroz nos noivos como sinônimo de fertilidade, felicidade e prosperidade.

“Pode beijar a Noiva!”
Essa é muito interessante. Muitas culturas acreditavam que o casal trocava espíritos na respiração (eca rs) e parte de suas almas também eram compartilhadas. Na época feudal significava uma homenagem que o noivo fazia à família da noiva, mas eu duvido que o irmão e o pai da noiva se sentissem homenageados rsrsrs.

O bolo de casamento
Esse é a estrela nas festas de casamento. Antigos romanos partiam um bolo na cabeça da noiva para simbolizar fertilidade ou abundância. Muitas outras culturas jogavam trigo, farinha ou bolo (!) na cabeça da noiva e depois comiam os restos para terem sorte. Agora para tudo… A noiva ficava o dia todo se preparando e se arrumando, ficando toda limpa e cheirosa… vem o povo na festa que só vai pra comer (essa tradição sempre existiu sem dúvidas rs) e ainda por cima joga bolo na sua cabeça?! Pas-sa-da! Ainda bem que casei neste século! Mas voltando à história… Os primeiros britânicos assavam cestos feitos com biscoitos, que os convidados levavam para casa, ao final da cerimônia. Os noivos tentavam se beijar sobre estes pedaços.
O costume de existir um “bolo da noiva” veio da França. Conta-se que um francês assistiu a um casamento inglês no qual o noivo e a noiva se beijavam por cima de uma mesa cheia de doces. Voltando ao seu país, achou mais interessante fazer, em vez de montes de doces, um só bolo modelado e confeitado. Simples assim!

A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

Lua-de-Mel
Tem duas origens e histórias. Tem origem no povo germânico, pois era costume se casar na lua nova. Na cerimônia, os noivos bebiam uma mistura de água com mel para proporcionar boa sorte. Pode ser também que tenha nascido em Roma, onde os convidados pingavam gotas de mel na porta de entrada da casa dos noivos, para que estes tivessem uma “vida doce”. Ownnnnn…
A lua-de-mel é também uma referência ao casamento com rapto… Isso mesmo a moça era raptada para casar. O marido mantinha a sua “esposa sequestrada” escondida, para evitar que ela pedisse socorro. Lá eles permaneciam por uma fase da lua e bebiam uma espécie de vinho à base de mel para torná-los mais apaixonados. Na verdade ele embebedava a moça, coitada, para convencer ela a se conformar, digamos assim rs…

A origem das tradições e costumes nas festas de casamento

Existem muitos outras tradições e costumes no casamento que tem origens interessantes e que vale a pena conhecer o seu significado. Vocês conheciam todos? Tem algum outro interessante?

Assinatura

Imagens do Google Imagens

0 I like it
0 I don't like it

19 Comments

  1. Quanta informação boa ,amei saber mais sobre costumes do casamento parabéns ficou ótimo o post

  2. Não sabia sobre o vestido, muita curiosidade, parabéns pelo post Paloma, beijos!

  3. Uau! Que legal seu post, Pa! Também ri muito...ainda bem que estamos no século 21!!! E que também ,muitas dessas tradições já perderam o significado,embora outras permaneçam,mas ngm precisa delas. Vou compartilhar seu post para as noivinhas de plantão! Obrigada pelo excelente post abalizado. Beijos! ❤

    www.nailseafins.wordpress.com

  4. Amei o post! Não conhecia vários dos costumes. Nem sei qual me chocou mais hahaha o buquê, o "pode beijar a noiva" (!!!) Parabéns pela pesquisa,muito interessante!

    Beijo!

  5. Uallll palomaaaa quanta coisa interessante puxa coisar que a gente nunca imaginou a lua de mel era uma bebida com mel e ainda sequestrava a noiva coitada gente quanta legal ameiiii a pesquisa pa belo post
    Parabéns


    www.edylleuzatunner.com.br

  6. Quantas coisas legais. Eu tive uma amiga que se casou de vermelho♥ Só que ela casou lá no Japão, aqui as pessoas não suportariam hahaha
    Beijos, amei o post

  7. Que legal...alguns conheço de outros ângulos, por exemplo, li em uma revista certa vez que a tradição do buquê representa fertilidade, por isso a noiva usa próximo a barriga ou ao útero, tanto que em algumas culturas indígenas a mulher usa um cinto de flores para indicar a gravidez...
    É muita curiosidade mesmo...e cada dia surge mais...
    Gostei, muito legal.
    Blog ArroJada Mix

  8. Amei saber sobre os significados. Eu não tinha idéia.Você perguntou se tem outra tradição interessante. Eu já ouvi falar sobre as damas de honra. Esse costume vem do tempo dos romanos. Eles acreditavam que espíritos maus tentariam influenciar a noiva. As testemunhas, ou damas , protegiam a noiva e enganavam os espíritos por estarem todas vestidas de igual e impediam os maus espíritos de reconhecerem a noiva.
    Esquisito né? Isso não deve ser verdade. Kkkkk

    Amei a matéria.
    Como sempre muito bem explicado.
    Abraços com carinho.
    Www.contapramimmaria.com.br

  9. Amei saber essas coisas,principalmente sobre o vestido. Agora minha vontade de casar só aumentou! <3

  10. Que post mais lindo e informativo!

    Pena que não me casei segundo as tradições como usar vestido de noiva, mas o resto valeu a pena principalmente o marido! Essa da aliança eu já ouvi falar ...

    bypaulanascimento.com

    Bjokas!

  11. GENTEEEE, quantos costumes que eu não sabia! Muita coisa mística, né? É bom pesquisar, amei saber tudo no seu post, tudo sobre casamento me interessa *-* hahahaha
    Amei saber do vestido branco.

    www.vodkaescarpin.com.br

  12. Olha aí, a rainha Vitória lançando moda!!! Hahahaha Adorei o post, amei saber dessas curiosidades!!!

    Www.breendacunha.blogspot.com.br

  13. Amei Pa!
    Grande parte não fazia ideia haha!
    beijos

  14. Tô rachando de rir com essa de jogar o bola na cabeça da noiva. COMO ASSIM?! Muito louco kkkk essa da lua de mel também é bem louco, embebedar pra conformar a pobe da mulher kkkkkk

    www.nayanemartins.com

  15. Amei saber o por que do vestido de branco :) Eu queria me casar de azul mas quando me vesti de branco fui conquistada <3
    Quanto ao buquê as mulheres também usavam para disfarçar o mal cheiro, já que na Europa havia o costume de não se tomar banho. Também, maio é o mês das noivas justamente por causa desse costume, as pessoas costumavam tomar um banho por ano em média e justamente esse precioso banho era tomado no mês de maio. Era feita uma hierarquia, o pai tomava o banho primeiro, logo depois na mesma água a mãe tomava banho e ainda na mesma água seguiam-se dos filhos mais velhos e os últimos eram os filhos mais novos, por achar que as pessoas estariam mais limpas e cheirosas nessa época do ano aconteciam a maior parte dos casamentos, mas se a noiva fosse uma das irmãs mais novas já percebe-se que usando a mesma água que todo mundo no banho, ela não sairia cherosinha né?! Por isso o uso do buquê também, para evitar o mal cheiro. Fora que maio era quando as flores mais lindas desabrochavam.
    Acho interessante o uso da aliança como propriedade, até hoje se um homem se interessa por uma mulher mas vê a aliança ele se afasta, como se ela realmente já não estivesse disponivel e vice versa (ou pelo menos era pra ser assim). Gosto tbm desse símbolo usado pelos indianos, no caso deles usa-se um colar e não um anel.
    Gostei muito do post e também fiquei pasma com a origem do bolo de casamento e do rapto em relação a lua de mel haha
    Beijo,www.apenasleiteepimenta.com.br

Deixe uma resposta